Beleza dos fios

O que fazer com o cabelo esverdeado de piscina?

28/07/2016 por Evelize Bratfisch

Beautiful young woman floating in pool relaxing
Beautiful young woman floating in pool relaxing

28/07/2016

O que fazer com o cabelo esverdeado de piscina?

por Evelize Bratfisch

0

SAIBA COMO ELIMINAR E PREVENIR OS CABELOS ESVERDEADOS DA PISCINA

Que desespero quando você sai da piscina e o teu lindo cabelo loiro está verde! Meu Deus o que aconteceu? O que fazer? Será que ele voltará ao normal? Calma é reversível, mas requer um pouco de paciência.

Muitas pessoas têm dúvida sobre o porquê isto ocorre! Na verdade é um assunto polêmico, existem poucos trabalhos científicos a respeito disto e várias teorias, a única certeza é que só ocorre na piscina, no mar não este fenômeno não acontece.

Algumas pessoas atribuem este fenômeno a presença de cloro, pois o cloro é uma substância extremamente corrosiva, causando perda protéica e danos à cutícula, só piorando a estrutura da fibra capilar que anteriormente já foi agredida por descolorações ou tinturas permanentes, alguns autores dizem que a após estes dois processos perde-se 20% das propriedades mecânicas (elasticidade, resistência, força).

ESTUDOS:
Segundo o trabalho de Rafael Pires de Oliveira, estudante de química da UNICAMP, relatou os seguintes danos causado pelo cloro em seu trabalho: como as piscinas são, em sua maioria, tratadas com cloro, acredita-se que este seja o causador do efeito esverdeado. Este trabalho identifica e quantifica os danos causados pela água de piscina, avaliando a ação real do cloro na cor dos cabelos. O estudo foi realizado utilizando mechas de cabelos caucasianos nas tonalidades loiro (tingido e virgem) e preto (também tingido e virgem), e solução de cloro a partir do hipoclorito de cálcio, sem incidência de radiação UV. As quatro mechas estudadas tornam-se mais claras, sendo esta mudança mais intensa nos cabelos pretos (naturais ou não).

O cloro quimicamente falando não tem a propriedade de modificar a cor da fibra, mas alguns químicos acreditam que o esverdeamento do cabelo ocorre devido a uma reação de Lixiviação (é uma reação na qual os componentes metálicos de um composto são separados por ação da água ou de uma solução aquosa do agente lixiviantes. Ex: sulfatos, sulfetos, cobre, entre outros). Segundo os químicos defensores desta tese, com a separação dos componentes metálicos da tintura, o resorcinol, que também compõem a tintura é exposto e a sua cor é amarelo esverdeado.

Outro grupo defende que a culpa pelo esverdeamento do cabelo é o Sulfato de Cobre, presente nos algicidas utilizados em piscinas. Ocorrerá a reação de lixiviação liberando o cobre que é um mineral azul que se ligará à fibra capilar. Ao reagir com o pigmento amarelo do cabelo faz surgir a cor verde.

A exposição das fibras à radiação ultravioleta (raios UV) leva a uma redução das propriedades mecânicas das fibras expostas à decorrente da degradação química das cadeias proteicas, especialmente a ligação S-S atribuídas ao aminoácido cistina, como demonstrado no estudo de Robins.

O QUE FAZER COM O CABELO ESVERDEADO DE PISCINA?
Como não é sempre que o esverdeamento do cabelo acontece, muito provavelmente é o excesso dos produtos que são colocados na piscina ou utilizá-la antes do período de descanso recomendado pelo fabricante dos produtos.

Dicas Do Que Fazer Para Eliminar E Prevenir Os Esverdeado Do Cabelo Loiro?

O mais importante é proteger os cabelos para que os mesmos não fiquem verdes e para que não ocorra a foto-degradação das fibras pela exposição à radiação solar UVA e UVB. Lembrando que quando o cabelo está muito danificado, poroso ou desidratado, mais difícil e demorado é para reverter e retirar o verde do cabelo. Portanto, prevenir é melhor que remediar.

1- Filtro Solar nos produtos capilares (Ex: Cinnamidopropyl trimethyl ammonium cloride) torna-se fundamental para diminuir os danos ao cabelo. Muitos produtos capilares apesar de terem filtro solar em sua composição, ainda não sabemos qual é o fator de proteção ideal para evitar o dano capilar. Estudos estão sendo realizados para determinar o mesmo.

2- Produtos Capilares (leave-in, serem e etc) que tenham em sua composição Silicones (Ex: amodimethicone, dimethicone), Antioxidantes (Ex: vitamina E) e Polímeros Catiônicos (Ex: Polyquarternium – 7, Polyquarternium – 10). Os silicones formam um filme protetor em torno da fibra, os antioxidantes protegem contra os radicais livres, os polímeros se ligam à fibra não permitindo que outra substância se ligue a ela.

3- Xampus Específicos Associados Com Ativos Hidratantes E Restauradores. Recomenda-se o uso de xampu anti-resíduo, tratamentos com ativos hidratantes e restauradores, tais como óleos vegetais (argan, pracaxi), vitaminas (D-panthenol), proteínas (proteína hidrolizada do trigo), ésteres de ácidos graxos (miristato de isopropila), extratos vegetais (extrato glicólico de aloe vera).

RECEITAS CASEIRAS PARA CABELO ESVERDEADO:
Na internet existem várias dicas como o uso de leite, vinagre de maçã, suco de tomate, bicarbonato, etc. Não há artigos científicos quanto à eficácia destes produtos na remoção do tom esverdeado do cabelo, e portanto não conhecemos seu mecanismo de ação. Na cosmética capilar, o leite é usado para hidratação e o vinagre é usado para dar brilho, por ser uma substância ácida, ele tem a propriedade de selar as cutículas.

DICA DA DRA. ANAFLAVIA OLIVEIRA, TRICOLOGISTA:
– Percebeu que seu cabelo ficou esverdeado? Lave rapidamente seu cabelo em água doce corrente com um xampu anti-resíduo. Logo após, aplique uma boa quantidade de leite ao longo dos fios. Isso funciona porque o leite faz com que o cloro vire um sal deixando-o mais solúvel, sendo mais facilmente removido do cabelo. Aprendi essa dica valiosa depois de conversar com a farmacêutica Ana Carolina Ribeiro, profissional admirável e quem vem trabalhando muito na área da tricologia cosmética.

– Adoro receitinhas caseiras, mas antes de usar utilizar, busquem informações com um profissional. Não julguem o caseiro como sendo sem riscos. Pesquisem! Tenham certeza que não trará nenhum risco. Ao mudar o pH do couro cabeludo, alguns alimentos podem servir como “alimentos” para bactérias e fungos presentes na flora de nosso couro levando a sua proliferação ocasionando dermatites e infecções.

– Se mesmo tomando todas essas medidas, seu cabelo continua verde, melhor correr para um bom cabeleireiro tricologista ou terapeuta capilar.  É a melhor opção para um resultado mais efetivo, pois ele é capacitado para avaliar o estado da haste capilar, a extensão dos danos e qual o melhor tratamento. Xampus anti-resíduos quando mal indicados, utilizados de forma incorreta ou por muito tempo, podem causar danos e ressecamento nos fios. Água oxigenada e pó descolorante podem ser necessários em casos mais graves, mas devem ser aplicados apenas pelos especialistas em cabelos, não sendo recomendado a aplicação em casa devido seus potenciais riscos para a saúde e para os fios de cabelos.

O importante para quem tinge os cabelos de loiros é sempre mantê-los hidratados, quando for à piscina, utilizar reparadores de ponta, leave in com filtros solares e produtos de qualidade para recuperar os cabelos após os banhos de piscina. Com alguns cuidados na manutenção da água da piscina e muitos cuidados com as lindas madeixas loiras, o refresco do verão está garantido.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

  • Oliveira, Rafael Pires de; Joekes, Inés. Danos causados aos cabelos tingidos pela exposição à água de piscina tratada com cloro na presença de radiação ultravioleta, em diferentes phs. Instituto de Química – IQ, UNICAMP
  • PINHEIRO, S.A., et al., Caracterização das fibras capilares submetidas a ação do cloro por  meio de medidas físico-químicas, XV Congreso Latinoamericano e Ibérico de Químicos  Cosméticos, Argentina (2001).
  • ROBBINS C.R., KELLY C., Amino acid analysis of cosmetically altered hair, J. Soc.  Cosmet.Chem., 20, 555-564 (1969).
  •  PINHEIRO, S.A, TERCI D., Mecanismos de degradação da cor de cabelos tingidos, Cosm. &  Toiletries, 14, 68-77 (2002).