Saúde do couro cabeludo

ARGILA PARA TRATAMENTO CAPILAR

15/10/2018 por Amanda Barbeito

Argila para tratamento capilar
Argila para tratamento capilar

15/10/2018

ARGILA PARA TRATAMENTO CAPILAR

por Amanda Barbeito

0

OS BENEFÍCIOS DA ARGILA PARA OS TRATAMENTOS CAPILARES

Hoje, vamos falar sobre algo que sempre vemos por aí, principalmente, na estética. Quem nunca viu aquelas máscaras de argila verde no rosto que atire a primeira pedra, não é?!

Mas quando falamos sobre couro cabelo tudo é diferente, sempre é um universo novo, sempre tudo muda e, com as argilas, não seria diferente. Muita gente sabe o quanto elas são boas, mas não sabe o porquê se usa, como se usa ou, até mesmo, quando se usa.

Costumo dizer que, sempre que começamos um trabalho, precisamos organizar e limpar o terreno… as argilas, na prática, significam exatamente isso! Cada uma possui sua peculiaridade e sua devida importância nos tratamentos e na melhora da qualidade do couro cabeludo.

As argilas são tão legais que imediatamente depois da aplicação já vemos resultado (e uma melhora bem significativa) em situações como descamação, inflamação e excesso de oleosidade.

As argilas são um material inorgânico, promovem um peeling capilar, equilibram o PH, e estimulam a circulação pelo fato de manterem a região mais limpinha, sem excesso de gorduras e sujidades, pois elas têm uma extrema capacidade de absorção e são extraídas de regiões não poluídas, isoladas de contato humano.

Elas fazem transferências de oligoelementos e, quando associadas aos outros procedimentos de Terapia Capilar, elas ficam ainda mais potentes!

Para cada tipo de sinal clínico no couro cabeludo, temos um tipo de argila diferente para usar:

TIPOS DE ARGILA PARA TRATAMENTO CAPILAR

A argila branca é uma das minhas argilas preferidas. Ela tem uma granulometria bem fininha! Além de fazer a boa troca de oligoelementos, ela tem propriedades cicatrizantes, calmantes e anti-inflamatórias, e pode ser usada em todos os casos de patologia de couro cabeludo nos quais estão presentes qualquer tipo de inflamação. A argila branca sempre é a mais bem-vinda!

A argila verde também é bem queridinha, e a mais adstringente das argilas. Ela é bem-vinda naqueles casos de extrema oleosidade ou quando o couro cabeludo está bem sujo, cheio de resíduos e descamações. Essa é bem-vinda! Ela faz tudo que as outras argilas fazem e ainda retira a sujidade com mais força. Cuidado! Se não bem indicada e em contato com um couro cabeludo sensível demais por conta de algum problema, ela pode gerar mais inflamação. Ela é o resultado de uma ligação molecular de silicatos com gipsita.

E, por último, uma das mais usadas na terapia capilar, temos a argila negra, que é a argila mais rica de todas em oligoelementos. Cheia de magnésio, ela ajuda a eliminar bastante as toxinas, além de ter uma propriedade clareadora e ser muito bem-vinda na estética! Você pode fazer o teste que eu sempre faço com os alunos na aula de argila: colocar um pouco em uma mão e na outra não para analisar a diferença que dá e o quão mais clara nossa pele fica com ela.

COMO USAR A ARGILA NO TRATAMENTO CAPILAR

Elas podem vir em vários meios de aplicação: em shampoo, em gel, em sachê e em pó… eu, particularmente, adoro a argila em pó por ser muito mais pura e livre de conservantes e outros adjetivos cosméticos, o que potencializa muito mais a sua ação. Quando em pó, ela deve ser associada com água mineral ou até mesmo água termal, que potencializa mais ainda o resultado. O tempo de aplicação é de 15 a 20 minutos no couro cabeludo, devendo ser mantida úmida o tempo todo! A partir do momento em que a argila seca, ela interrompe a troca de minerais, por isso, o ideal é deixar ligado próximo um vapor de ozônio ou um umidificador para que ela se mantenha sempre molhada.

Tanto com as queridas argilas como em tudo na terapia capilar, tudo pode e deve ser associado para uma melhora dos resultados. Eu, antes de todo e qualquer procedimento em terapia capilar, inicio a higienização no couro cabeludo com elas, e confesso que os resultados são surpreendentes, além da sensação de frescor, que os clientes adoram!

QUAL A MELHOR ARGILA PARA MEU TRATAMENTO CAPILAR? ONDE POSSO COMPRAR?

Existem algumas argilas comercializadas que devemos nos questionar se são verdadeiras, pois é muito fácil pegar um pó branco ou verde, fazer uma mistura e dizer que é argila.

A Dra. Anaflávia Oliveira, médica e tricologista, recomenda buscar informações sobre a empresa antes de comprar. Infelizmente, há muitas marcas de péssima qualidade no mercado. O mesmo já ocorre com os óleos vegetais que, na maioria das prateleiras de mercados e farmácias, não são puros, mas sim mistura óleo mineral (derivado do petróleo com uma porcentagem pequena do óleo vegetal puro que está no rótulo).

Os profissionais acabam tendo mais acesso e informações sobre os produtos puros e confiáveis. Pergunte para quem cuida de seu cabelo qual o mais indicado para você. Lembrando que as argilas podem estar presentes em máscaras e produtos cosméticos prontos, além de fazer parte dos protocolos de terapeutas capilares e tricologistas!

Associar outros ativos com a argila melhora o resultado, mas deve ser feito apenas se tiver conhecimento sobre o assunto, do contrário, melhor deixar para o profissional! Ele saberá conduzir melhor um protocolo com excelentes resultados.

Referências Bibliográficas:
CORRÊA, Marcos Antônio. Cosmetologia ciência e técnica, 1a. edição. São Paulo. 2012
http://siaibib01.univali.br/pdf/Jaqueline%20Rosa%20de%20Limas%20e%20Rosimeri%20Duarte.pdf
http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/salao_ensino_extensao/article/view/12500