Saúde do couro cabeludo

MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR: ALTERNATIVA ESTÉTICA PARA ALGUNS TIPOS DE CALVÍCIE

03/12/2018 por Dra. Patrícia Guimarães

Micropigmentação Capilar
Micropigmentação Capilar

03/12/2018

MICROPIGMENTAÇÃO CAPILAR: ALTERNATIVA ESTÉTICA PARA ALGUNS TIPOS DE CALVÍCIE

por Dra. Patrícia Guimarães

0

CONHEÇA A TÉCNICA QUE DISFARÇA CALVÍCIE, CICATRIZES E FALHAS NO COURO CABELUDO

O que é a Micropigmentação Capilar?

A Micropigmentação Capilar uma técnica eficaz e cômoda que disfarça e camufla a calvície. Neste procedimento, colocamos um pigmento na camada intermediária da pele (derme) para escurecer a área, criar a ilusão de cabelos e disfarçar imperfeições no couro cabeludo.

Quem tem calvície pode fazer?

Sim! A Micropigmentação Capilar é indicada para quem tem calvície, cicatrizes e falhas no couro cabeludo. É direcionada aos homens, mulheres e jovens que sofrem com queda de cabelo.

Tem um forte peso emotivo, porque pode ser uma solução para os complexos psicológicos que ocorrem ao perder os cabelo e ajuda a reencontrar um equilíbrio perdido, fazendo com que o paciente goste mais de si mesmo.

Para quais casos é indicada a Micropigmentação Capilar?

  • Alopecia androgenética
  • Cicatrizes de transplante FUT (linear) ou FUE (em forma de pontos)
  • Cicatrizes genéricas no couro cabeludo
  • Alopecia areata
  • Alopecia universal
  • Alopecia por tração
  • Afinamentos genéricos

Quanto tempo dura? É necessário reaplicar?

O tempo de duração é, em média, de 12 a 24 meses.

Alguns fatores podem acelerar o clareamento do pigmento na derme, como o poder de fagocitose do indivíduo (Sistema Imune), idade, cicatrização pós-tratamento, conformação anatômica da cútis, tipo de pigmento, técnica manual empregada, tempo de exposição ao sol, uso de anticoagulantes e substâncias alcoólicas.

Profissional habilitado e experiente é fundamental!

Alguns fatores que contribuem ou interferem de algum modo no fenômeno de mutação dos pigmentos utilizados na “tatuagem” são: exposição excessiva aos raios ultravioleta, sol ou bronzeamento artificial; saunas, banhos ou duchas com água muito quente; aplicação de substâncias com álcool na composição, loções para os cabelos e uso de esfoliantes químicos (ácido glicólico, ácido mandélico, ácido pirúvico, ácido salicílico, ácido tricloroacético, fenol).

Antes, durante e após realizar o procedimento, converso e oriento o paciente sobre os cuidados a serem tomados e o que pode ser usado por determinado período de tempo, a fim de ter maior duração e garantia que o pigmento não mude de cor.

Devemos ter em mente que, quanto maior a idade do paciente, mais lenta é a cicatrização da ferida. Outro ponto é o estado nutricional e carência de vitaminas. Indivíduos com graves carências nutricionais, principalmente de proteínas, apresentam um atraso significativo no processo cicatricial.

Pacientes com patologias sistêmicas, que realizam terapias particulares ou possuem diabetes tem um processo cicatricial mais lento. Portadores de próteses há muitos anos também têm uma regeneração cutânea diferente. Pessoas que já realizaram transplante capilar transplante podem ter uma absorção de pigmentos e cicatrização diferenciados por conter fibroses causadas pela cirurgia. A abordagem na pele deverá ser rigorosamente cautelosa e específica!

Resumindo, a Micropigmentação Capilar é um procedimento relativamente simples, com baixo risco de complicações, mas com vários cuidados e precauções. A maioria dos pacientes fica satisfeito com os resultados. Não fará com que novos cabelos nasçam, mas é uma ótima opção para disfarçar!

Caso queira saber mais sobre o procedimento e esclarecer todas as dúvidas, entre em contato nos telefones abaixo e agende um horário! Estou te esperando e até breve.

www.folyic.com.br
agendamento@folyic.com.br

(11) 2769-1796 / (11) 94518-1135

Av. Lavandisca, 741, Conj. 25/26, Moema – São Paulo

Instagram: @folyic_tratamento_capilar

Facebook: Folyic Tratamento Capilar